Ativismo que Transforma | Aldeia da Gente, jornalismo local com pegada socioambiental

O Pernambuco Transparente, projeto que há quase 4 anos ajuda a promover a transparência e integridade públicas a partir de um foco metropolitano, inicia a abertura de seu blog como um canal para divulgação de atuações compromissadas e referenciais no estado com o propósito de desenvolvimento da cidadania: contribuição que também temos como objetivo. O Acesso à Informação, mais do que um direito que consagra o alcance de qualquer cidadão a dados por natureza públicos, é igualmente essencial para o aprimoramento do controle social estabelecido na Constituição Federal (reforçado com a Lei de Responsabilidade Fiscal e a recente Lei de Defesa do Usuário de Serviços Públicos). O avanço desta cultura é a base de uma nova cidadania, que desejamos incentivar, na busca de um progresso mais justo e sustentável.


Por entendermos esse importante papel e seu caráter transversal para o impulsionamento da qualidade de políticas públicas, estamos em constante diálogo com outros movimentos da sociedade - e além da postura que já adotamos de divulgar suas experiências em nossas redes sociais, intensificamos agora por meio de nosso portal. As iniciativas serão apresentadas por seus próprios criadores, nas suas próprias palavras. Caso deseje ter a história da sua luta aqui é só entrar em contato!


Na nossa terceira publicação (leia as anteriores aqui), conheça o Aldeia da Gente. um projeto de comunicação independente sobre notícias e serviços na área de Aldeia (com boa parte situada em Camaragibe), na Região Metropolitana do Recife. É uma plataforma que se propõe a conectar informações, histórias, dicas, negócios e ocupações, fotos e, sobretudo, estimular interatividade. Feito 'por gente de Aldeia para gente de Aldeia', é um patrimônio de memória afetiva e das questões sociais em seu contorno. A linha editorial está ligada aos dezessete Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas, e é um grande exemplo da urgência de esforços para aliviar a conjuntura de alcance jornalístico no Nordeste, uma das regiões com maiores concentrações de vazios de cobertura local (desertos de notícias).


 

Por Tatiana Portela

Jornalista e Editora do Aldeia da Gente


Desde 2017, a comunidade de Aldeia, na zona oeste do Recife, conta com um veículo de comunicação online feito não só para reportar os acontecimentos do local, mas para levantar problemas, abrir discussões e provocar os moradores a olhar para dentro e cuidar melhor do ambiente em que habita. O website Aldeia da Gente nasceu como PorAqui Aldeia e tem uma trajetória marcada por muito esforço, bastante reconhecimento e pouco apoio financeiro.


Desde que assumimos essa função, de ser porta-voz da comunidade de Aldeia, abrimos muitas frentes e criamos muitas oportunidades de dar visibilidade às questões da região, pautando veículos de grande circulação e chamando a atenção das autoridades. Nosso papel é de dar ressonância a assuntos como a preservação da Mata Atlântica, o papel da Área de Proteção Ambiental Aldeia-Beberibe na qualidade de vida de toda a Região Metropolitana e as ameaças reais da especulação imobiliária sobre o território.


Já em 2018 o website foi vencedor do Prêmio Vasconcelos Sobrinho, concedido pela Agência de Meio Ambiente do Estado de Pernambuco, na categoria Imprensa.


Em 2019, realizamos a I Mostra Sustentável de Aldeia, evento de dois dias com rodas de conversas, oficinas, exposição fotográfica e lançamento de publicações. Foi o Aldeia da Gente também que organizou e lançou o fotolivro A Natureza da Gente, com 50 fotografias da fauna e da flora locais feitas por moradores de Aldeia, e pela produção da revista infantojuvenil A Natureza de Aldeia, com a qual realizou oficinas em escolas públicas da região levando noções de educação ambiental com foco nas questões locais.


Além do grande foco no tema ambiental, o Aldeia da Gente procura envolver a sociedade aldeiense na participação cidadã. Em suas redes sociais (no instagram já tem perto de 6 mil seguidores), denuncia o descaso das prefeituras que compõem a APA, aponta maus feitos e incentiva as pessoas a “fazerem a sua parte”, chamando para a ação, mostrando a importância de entidades comunitárias como o Fórum Socioambiental de Aldeia. Ao mesmo tempo, questiona os órgãos municipais, dá publicidade a atos e cobra promessas feitas pelos agentes públicos.


Preocupado também em apoiar a cultura local, já que Aldeia hoje tem uma população crescente e altamente diversa, o Aldeia da Gente abre espaço para os talentos locais, produzindo reportagens com todo tipo de criação artística feita na região e criando oportunidades para disseminar essa divulgação. No início de 2021 produziu o Mapa Cultural de Aldeia, com apoio da Lei Aldir Blanc do Governo do Estado de Pernambuco. Foram cadastradas cerca de 90 pessoas, entre artistas plásticos, artesãos, músicos, escritores, representantes das culturas afro e indígenas, entre outras categorias, que ganharam um espaço a mais de exposição, o website www.mapaculturaldealdeia.com.br.



Nos sentimos muito gratificados em fazer um trabalho que consideramos importante para Aldeia, até porque não existe outro veículo de informação aqui e sabemos que estar informado sobre o que acontece na nossa vizinhança é muito mais transformador do que saber o que acontece do outro lado do mundo. Mas nos ressentimos de que a classe empresarial não tenha ainda a noção desse poder. Até hoje precisamos dispender uma energia enorme para correr atrás da sustentabilidade do portal. De qualquer forma, e enquanto pudermos, continuaremos dando a nossa contribuição para o que acreditamos ser bom para Aldeia.


 

| + Confira entrevista com a Tatiana:

No Youtube;


| Siga o Aldeia da Gente nas redes:

Instagram e Youtube;


| Saiba mais sobre a trajetória do Pernambuco Transparente!

93 visualizações0 comentário