Resiliência Chuvas - Região Metropolitana do Recife e Goiana

Atualizado: 31 de mai.

[Última atualização da lista e medidas oficiais: 31.05.22, às 19h]


No domingo, mesmo com o alívio de uma manhã ensolarada, a chuva continuou a castigar a Região Metropolitana de Recife e seguiu provocando alagamentos e queda de barreiras. Com um impacto dramático no dia anterior, shoppings fecharam as portas, uma centena de mortes já foi confirmada (incluindo bebês, crianças e adolescentes) e somamos mais de seis mil pessoas desabrigadas (3,5 mil pessoas alojadas em abrigos na capital). A previsão da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) era de um fim de semana não somente com muita chuva na RMR, mas Agreste e Zona da Mata (Norte e Sul).


Dentre as medidas oficiais de enfrentamento anunciadas, o Governo de Pernambuco antecipou a nomeação de 92 novos soldados do Corpo de Bombeiros, para reforçar o trabalho de socorro às vítimas das chuvas. Eles começaram a trabalhar a partir do domingo (29). Diante da emergência, solicitou-se ainda o apoio do Comando Militar do Nordeste com efetivo, embarcações e aeronaves para o serviço de busca e salvamento. Foi providenciado o montante de R$ 100 milhões para o trabalho e também para obras urgentes e de infraestrutura nos municípios atingidos. Os recursos estarão disponíveis para as prefeituras já nesta semana, conforme o anunciado.


Com o alcance da marca de 106 mortos (esta terça) e 10 pessoas ainda desaparecidas, o Governo Federal reconheceu a situação de emergência decretada por 14 municípios da região metropolitana e Zona da Mata e prometeu o destino de recursos através do Ministério do Desenvolvimento Regional. Em todo o estado, cerca de seis mil pessoas estão desabrigadas e aumentou para 24 a quantidade de municípios que decretaram a situação. Mais medidas, como a suspensão das festividades de São João (anunciadas na capital e outras cidades) geraram polêmica junto ao setor cultural, já muito impactado pela pandemia, e serão debatidas na Câmara Municipal do Recife. Em Pernambuco, vale pontuar, há a lei 16.442, que proíbe eventos festivos pelos municípios quando estiverem em tal calamidade pública.


O MPPE anunciou a formação de uma instância especial, a do Gabinete de Acompanhamento de Crise do Ministério Público de Pernambuco. O "objetivo é a necessidade de traçar estratégias de atuação do MPPE em situações provocadas por fenômenos naturais, sociais, catástrofes ou outras situações emergenciais que envolvam grande número de pessoas", destaca em seu website. Em solidariedade ao povo, promoverá uma campanha de arrecadação de doações para os desabrigados - os interessados em ajudar puderam levar alimentos não perecíveis, água, material de limpeza, fraldas, roupas de cama e banho, produtos de higiene pessoal e roupas, para as unidades do MPPE da Região Metropolitana do Recife (RMR), desde o domingo.


O seu Centro de Apoio Operacional de Defesa da Cidadania (CAO Cidadania) também promoveu reunião de urgência com representações das principais comunidades atingidas, para ouvir quais os contextos de cada localidade e o que necessitam tendo em vista o atual cenário. Mais de 120 pessoas participaram do momento, na segunda-feira (30), com relatos do quadro real de diversos bairros do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Paulista, Olinda e Goiana. Também foram trazidas as circunstâncias dos indígenas. O encontro oportunizou o levantamento de dados e detecção de falhas de emergência que estavam ainda sem registro oficiais e desassistidas, aguardando chegada de Bombeiros e Defesa Civil.


A ocasião viabilizou o contato com lideranças, além de apuração dos endereços de pontos de recebimentos de materiais de ajuda, para a criação de um canal direto, assim como uma rede de mútuo apoio e diálogo entre os participantes (veja uma síntese da TV MPPE a seguir).


Ademais, instituições do Poder Judiciário, Legislativo e associações de classe de diversos segmentos estatais colocaram-se de prontidão para realizar campanhas e ajudar os necessitados. É o caso da ANPR, ANPT, REJUFE, o SINPCabo, Sintepe, Sindlegis, a Moradia e Cidadania (ONG dos empregados da CAIXA), dentre outras. As sedes da Justiça Federal e Regional do Trabalho (TRT6), TRE PE, Alepe e algumas Câmaras Municipais receberão donativos ao longo dos próximos dias (estas últimas sendo cobradas pela população através das redes sociais para ajudar mais). Há a significativa adesão do ecossistema de tecnologia e inovação (Porto Digital, Asserpro, SEPROPE, AssesproPEePB, Comunidade Manguezal, Softex, CESAR, PMI PE, além de empresários) que utilizarão seus espaços para fazer o mesmo.


A sociedade civil, por sua vez, também está na linha de frente: coletivos e ativistas, além de estabelecimentos comerciais, não só passaram o triste final de semana mobilizando socorro e mantimentos iniciais, como convocam para doações de todos os tipos. Um amplo universo de instituições se agregam, desde públicas (como as universidades UFPE e UPE), shoppings, clubes (Sport, Náutico e Santa Cruz), unidades do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-PE, da rede da Drogaria São Paulo (11 em todo o estado), bem como religiosas, estão organizando a coleta de donativos para as famílias atingidas pelas fortes chuvas em toda a Região Metropolitana. Na capital, a Prefeitura anunciou três pontos de recebimento (no Parque Dona Lindu, na sede do Cais do Apolo e no Sítio da Trindade, em Casa Amarela).


E, para facilitar o apoio dos que desejam ajudar, listamos abaixo iniciativas em todas as cidades do Grande Recife. Salienta-se que movimentos como o Fórum de Mulheres de PE, a CUFA, a Transforma Brasil/Novo Jeito e Cáritas abarcam mais cidades. A lista adiante não esgota a totalidade, é mais uma que visa contribuir para o encontro de sugestões de maneira mais simples e acessível - afora até mesmo mecanismos via aplicativos. Caso queira incluir alguma, entre em contato por aqui ou via mensagem em nosso Instagram. Chegue junto, some e faça a diferença!



📍Abreu e Lima

A Prefeitura divulgou que seu abrigo instalado na Escola Eberson Santos, em Caetés I, segue recebendo famílias que precisaram deixar suas residências. No total, já contabilizaram cerca de 250 moradores que passaram a se instalar no local, ou então foram recebidas nas casas de parentes ou amigos. Também lançou a campanha "Abreu Solidário" para ajudá-las: as doações podem ser feitas na sede da Secretaria de Assistência Social (Rua Fé em Deus, s/n, Centro), de segunda a sexta, no horário das 08h às 16h, e na própria Escola Eberson Santos de Meireles (Avenida D, s/n, Caetés I), à disposição durante todo o dia.


  • Confira uma iniciativa independente importante:

Nesta terça-feira, 31/05, ocorreu recolhimento de doações pelo Campus IFPE da cidade, até as 14h (alimentos, roupas, colchões, cobertores, material de higiene pessoal e água mineral), que serão destinadas às vítimas. A cada dia estarão atualizando os horários de arrecadação no perfil oficial do Instagram da instituição.


 

📍Araçoiaba

Não há informações sobre campanhas divulgadas (caso conheça alguma, por gentileza, entre em contato aqui ou por mensagem em nosso Instagram). De qualquer maneira, o prefeito anunciou o cancelamento das festividades juninas e encaminhou para a Câmara Municipal o Projeto de Lei nº 19/2022 com o “Programa Prefeitura Que Cuida”, na forma de auxílio emergencial destinado à população carente, visando diminuir os prejuízos causados pelas chuvas. O auxílio será destinado às famílias já cadastradas, no valor de R$500,00 mensais, durante 3 meses, totalizando R$1.500,00 de auxílio para cada família.


  • Defesa Civil Municipal - (81) 3543.8983.

 

📍Cabo de Santo Agostinho

O município não registrou nenhuma morte provocada pelas chuvas. A própria Prefeitura anunciou uma campanha: a Secretaria Municipal de Programas Sociais estará recebendo doações para os desabrigados e atingidos pelas chuvas em dois pontos - na sede (no Centro da cidade) e no SAC do Shopping Costa Dourada. Ainda, estudantes da ETE Luiz Alves Lacerda estarão arrecadando doações durante toda a semana.

  • Confira iniciativas independentes importantes:

A Igreja Anglicana da cidade (localizada em Garapu) está recebendo doações, o SINPC Cabo (sindicato dos professores), o Centro das Mulheres do Cabo e um movimento local de cultura (a Associação Cultural Oficina do Rock (Pix 07942795000104 - contato telefones 81 986083546/Márcio ou 81989793634/Adriano). O perfil do Fórum Suape mantém atualizações sobre novos pontos.

  • Defesa Civil Municipal - 0800.281.8531.

 

📍Camaragibe

Intensificando o trabalho de proteção, a Prefeitura de Camaragibe abriu escolas municipais e outros locais para acolher as famílias que habitam em áreas de risco. Alguns pontos de doação foram disponibilizados: na Sede da Secretaria de Assistência Social (no Timbí), Sede da Brigada de Trânsito (Privê Vermont) e no Comando da Guarda, localizado na Avenida Tiradentes, n° 153 (em Jardim Primavera).

  • Confira iniciativas independentes importantes:

Há pelo menos três campanhas da sociedade civil divulgadas: uma do Camará Shopping, outra de coletivos culturais da cidade (na sede da Associação dos Moradores do João Paulo II) e uma da Associação de Moradores do Bairro dos Estados. Há ainda uma na ETE Alcides do Nascimento - verifique os detalhes das diversas formas de participar nos perfis oficiais no Instagram!

  • Defesa Civil Municipal - (81) 2129.9564, (81) 99945.3015 e 153.

 

📍Goiana

No município, o Rio Tracunhaém transbordou, alagando até trechos da BR 101. Devido ao cenário provocado pelo temporal, o prefeito da cidade decretou situação de emergência, ainda no sábado. Com o acumulado de água, o Canal Balde do Rio também transbordou na cidade e centenas de famílias (a maioria residente nas comunidades do Baldo do Rio, Bom Tempo, Vila Operária e Rua da Impoeira), tiveram que sair às pressas de suas casas e perderam móveis e pertences pessoais. Até o momento, foram contabilizados 400 desabrigados. Uma força tarefa foi montada na cidade com o apoio da Defesa Civil, as secretarias municipais e a população.


Quatro escolas estão servindo de abrigo para os moradores atingidos pela chuva: a maioria nas escolas municipais IV Centenário, Manoel Borba e Escola Irmã Marie Armelle Falguiéres (EMAF), todas localizadas no Centro.

  • Confira iniciativas independentes importantes:

Com abrigos lotados e um grande número de crianças e idosos, famílias e voluntários pedem doações de itens diversos para os desabrigados. Os itens de maior necessidade no momento são: cobertores e agasalhos, colchões, roupas, fraldas, materiais de higiene no geral (sabonetes, pasta de dente, absorventes), alimentos (proteínas como carne e frango, bolachas, pão). As doações podem ser feitas diretamente nas escolas municipais que estão abrigando as famílias ou no salão paroquial da igreja católica Paróquia de Goiana. No perfil do grupo de jovens engajados "Mentalize o Amor" há instruções de como se voluntariar para ajudar no acolhimento dos desabrigados e uma chave de PIX para doações em dinheiro.


A FAG - Faculdade de Goiana também será ponto de arrecadação de alimentos e agasalhos para as famílias afetadas.

 

📍Igarassu

A Prefeitura está abrigando neste momento diversas famílias em unidades municipais de educação. Para suprir as necessidades dessas famílias, está recolhendo diversos tipos de doações em dois pontos: o CEFOPI (Saramandaia) e o Shopping Igarassu. Contato: (81) 99937-1891 (Breno).


  • Confira uma iniciativa independente importante:

| Coletivo Mariú:

Coletivo Feminista de Igarassu, o Mariú sempre mobiliza ajuda em ocasiões de crise. Desta vez, o "Mariú Solidário" está com 5 pontos fixos de arrecadação e você pode procurar o mais próximo para doar roupas, cobertores, calçados, alimentos, material de higiene e limpeza, etc. Caso nenhum dos pontos fixos de arrecadação seja próximo a você ou tenha alguma duvida é chamar por Instagram, no direct, que irão fornecer orientações. Também recebem doações via PIX, através do "coletivomariu@gmail.com".


  • Defesa Civil Municipal - (81) 99460-9073.

 

📍 Itamaracá

Não houve informações sobre registro de ocorrências graves. Apesar disso, ontem (30), a Prefeitura decretou estado de calamidade pública (algo que está sendo debatido pelos moradores).


De qualquer forma, a Óticas Bárbara está recebendo donativos, por meio da "Campanha do Agasalho", para pessoas em vulnerabilidade social. É possível ajudar tanto na unidade de Itapissuma como na da Ilha de Itamaracá. Mais informações: 81 98259-3628.


  • Defesa Civil Municipal - (81) 3181-2490 e 199.

 

📍Ipojuca

A Prefeitura do Ipojuca, por meio da Coordenadoria de Defesa Civil e das diversas secretarias municipais, montou ontem (30) um núcleo temporário de apoio às famílias das áreas mais vulneráveis de Porto de Galinhas, por conta das águas que ainda não baixaram. O foco principal da base (que estará de plantão 24 horas na Praça 18, com a presença de equipes da Defesa Civil, Guarda Municipal e secretarias de Infraestrutura, Assistência Social e Saúde) é a comunidade de Merepe, devido à maré.


  • Confira uma iniciativa independente importante:

Está sendo realizada uma campanha de solidariedade para arrecadar alimentos, materiais de higiene e roupas para moradores de comunidades ribeirinhas de Maracaípe que estão passando por dificuldades. Os pontos de coleta são a ONG Ecoassociados em Porto de Galinhas e o mercadinho Alice Bebidas em Maracaípe. Mais informações sobre a campanha ou formas de ajudar, através do número (81) 98567.1827.

  • Defesa Civil Municipal - (81) 99231.8607 (telefone e WhatsApp), 3551-1397 e o aplicativo 153 digital.

 

📍 Itapissuma

A cidade de Itapissuma registrou nos últimos dias o maior volume de chuva em 24h, cerca 317 mm. Mesmo com esse patamar, a Prefeitura tem concentrado ações apenas no distrito de Botafogo e divulgou um comunicado oficial nas redes sociais informando que não houve nenhuma ocorrência grave. A Secretaria de Assistência social lançou campanha de arrecadação de donativos, com ponto de coleta na Rua Manoel Lourenço, nº 201, no Centro, que funcionará 24h.


Adicionalmente, a Paróquia de São Gonçalo do Amarante está recebendo donativos para enviar às famílias atingidas. As doações podem ser feitas em dois pontos de arrecadação: na Igreja Matriz da cidade, ou na Capela de São Benedito (todos os dias, das 08h às 12h e das 14h às 17h).

  • Defesa Civil Municipal - (81) 98844-5216.

 

📍Jaboatão dos Guararapes

Em Jaboatāo foram registrados mais de 260 mm de chuvas nas últimas 24 horas, maior índice em 30 anos: são 92 pessoas desabrigadas e 332 pessoas desalojadas (até o início da tarde de domingo). A Prefeitura disponibilizou pontos para entrega de doações (sendo um deles no Espaço Cliente do Shopping Guararapes) e um WhatsApp para informações: (81) 99939. 0708.

  • Confira iniciativas independentes importantes:

A seccional da OAB será ponto de arrecadação para donativos que serão destinados às famílias desabrigadas. Estabelecimentos comerciais também irão oferecer pontos de apoio para doações: a Academia G23 Fit, a Cross Shark, a Corpo & Cia, a Mulata Moda Íntima, a Senhorita Pescados e a Central do Açaí (que, além disso, disponibiliza carros e motos para buscar e entregar doações). O The Cosmopolitan Pub dedicou a manhã do domingo para arrecadar donativos também, assim como a ONG Doutores da Felicidade, que levaram o que arrecadaram à sede do Somos Todos Muribeca e seguem fazendo campanha (na Rua Parnamirim, Qd. 24B, Bl C07, 102 - Barra de Jangada).


A Comissão Ambiental de Jaboatão estabeleceu três pontos de coleta de doações: em Barra de Jangada, em Dois Carneiros e no Curado IV.


Em Marcos Freire, a Matriz Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (localizada na primeira etapa, ao lado do bloco 130), está recebendo famílias desabrigadas. O local também aceita donativos e doações de recursos. Para saber como ajudar, é possível entrar em contato por meio do telefone: (81) 98500-3479. No Curado, a Associação de Moradores do Curado IV, do Curado II e a Igreja do Nazareno, localizada na Av. General Manuel Rabelo, nº 2004, Socorro, também estão disponíveis para a população. Em conjunto, a Paróquia N. Sra das Graças e as congregações da Assembleia de Deus em Jardim Piedade e Pontezinha igualmente se prontificaram a receber donativos.


Em Jaboatão Centro, a Paróquia Santo Amaro recebe Pix e donativos.


É possível acompanhar a evolução do impacto das chuvas pelos perfis locais Candeias Ordinário, Candeias Beach e Jaboatão Tem, que provavelmente divulgarão mais pontos nos próximos dias.



  • Entidades que Solicitam Ajuda:

Somos Todos Muribeca | Associação das Parteiras de Jaboatão dos Guararapes | Associação Comunitária Esperança (Zumbi do Pacheco) | Abrigo Santa Luzia (Prazeres)


  • Defesa Civil Municipal - (81) 3461.3443 e (81) 99195.6655.

 

📍Moreno

Quem quiser colaborar com doações para as pessoas atingidas pelo danos causados, a Secretaria de Assistência Social montou um ponto de coleta no Casarão Catende, localizado na Rua 15 de Novembro, próximo à ponte do Tamboatá. Perfis de notícias locais no Instagram (como o Moreno Notícias e o Moreno Alerta) registraram nos 'stories' vídeos enviados pelos seguidores em diversos pontos críticos da cidade.

  • Confira iniciativas independentes importantes:

A Paróquia de Santa Teresinha, em Bonança, está recebendo donativos para enviar às famílias atingidas, assim como a EREM Dom Jaime Câmara, no Centro - as doações poderão ser realizadas a partir de segunda-feira (30/05), no horário das aulas!


O Instituto Judô Resgatando e a Associação Acolher estão recebendo alimentos não perecíveis, água, roupas, roupas de cama, calçados, agasalhos, colchões e produtos de higiene pessoal. Contatos: Alberes 81 99617-8272 e Jose Amaro 81 99112-0532.


Estabelecimentos Comerciais: Ortoestética Moreno.



  • Defesa Civil Municipal - (81) 98299.0974 e (81) 98128.2018.

 

📍Olinda

A Prefeitura de Olinda, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH), reforçou à população o pedido de donativos destinados às famílias desabrigadas. As pessoas que queiram colaborar podem fazer doações de alimentos não perecíveis; materiais de limpeza; colchões; cobertores, lençóis e agasalhos, das 8h às 17h e em três pontos: no CAIC de Peixinhos, na Escola Pró-Menor (Rio Doce) e na sede da própria SDSDH, em Bairro Novo (lá as doações podem ser feitas até as 22h). Ressalta-se que, caso as doações sejam alimentos já prontos ou frutas, a Prefeitura recomenda que sejam entregues nos locais de abrigo (atualmente, o município tem 396 pessoas desabrigadas acomodadas em sete locais - veja o último balanço). Mais informações: (81) 99204 2209 e (81) 99194-6943.


O prefeito anunciou na terça (31) um auxílio emergencial para os desabrigados: o valor total definido é de R$ 1.200 a serem pagos em três parcelas de R$ 400,00 às pessoas cadastradas pela SDSDH da última quarta-feira (25.05) até segunda-feira (30.05) que encontram-se nos abrigos da Prefeitura.


  • Confira iniciativas independentes importantes:

Na Cidade Tabajara, o Projeto No Meu Bairro tem Axé está disponibilizando Pix Solidário para ajudar a comunidade de terreiro da região. As doações deve ser feitas para o número 81 996291585.


Em Peixinhos, o Coletivo Mulheres Periféricas e LGBTQIA+ está mobilizando donativos para serem entregues na Rua Igarassú, 130. Também foi disponibilizado o Pix: 81 986423513. No mesmo bairro também estão arrecadando doações de alimentos, remédios, fraldas, materiais de higiene pessoal, roupas de casa e financeiro para as mais de 76 famílias do bairro que estão desabrigadas e alojadas no colégio CAIC através do Pix - 81 99898-6622.


No bairro de Ouro Preto, o Centro Cultural e Social Severinos e o Instituto Mucambo estão dispostos a fazer o melhor para contribuir e ajudar a todos que precisam. No do Bonsucesso, o auxílio chega por meio de ação da Associação dos Moradores. Na zona oeste da cidade, o Espaço Acalanto, na comunidade do Detran, está buscando itens para preparo de um sopão. O Pix é o acalantorecife@gmail.com.


O Ilê Axé Oxum Ipondá está arrecadando agasalhos, roupas, produtos de higiene pessoal e alimentos não-perecíveis na sede de Ilê, na R. João José Tertuliano, 305 – Fragoso, Olinda.


Por fim, o Espaço Ciência soma-se à corrente de solidariedade e também será um ponto de arrecadação de doações. Vai visitar o Museu? Leve sua doação!

  • Defesa Civil Municipal - (81) 99266.5307 e 0800.081.0060.


📍Paulista

A Prefeitura lançou a campanha "Paulista Solidária" disponibilizando uma central de arrecadação no Clube Municipal de Paratibe, que funciona 24 horas. Outros pontos de coleta são no Centro Administrativo (em Maranguape I), Igreja de Nossa Senhora do Ó, Igreja de Santa Isabel (no Centro), Loja FÊMEA (no Paulista North Way Shopping), Lojas da Padaria Karla em Pau Amarelo (Janga, em frente às 4 torres), no Conjunto Beira Mar e no terminal de Conceição. Está sendo disponibilizado o WhatsApp (81) 99635-0430 para as famílias desalojadas e que precisam de assistência social.


  • Confira iniciativas independentes importantes:

| Rede COPPA:

A COPPA é a Rede de Coletivos Populares de Paulista, unindo diversos movimentos locais e retoma, em caráter emergencial, seu processo de Mobilização para Ações de Solidariedade às Famílias Afetadas na cidade, com foco nas Áreas mais precárias. Você pode deixar sua doação presencialmente: há pontos de arrecadação nos bairros de Maria Farinha, Maranguape I e Paratibe. Também é possível doar através da chave PIX: 81 988707742 (celular) - Rafaela da Silva Nascimento.


Cabe destacar que há uma campanha exclusiva para a comunidade do Jacaré, sendo realizada pelo coletivo Fruto de Favela.


  • Defesa Civil Municipal - 153.


📍Recife

Além dos abrigos da Prefeitura, o governo municipal abriu escolas e creches para receber as famílias desabrigadas ou desalojadas pelas chuvas e iniciou a campanha "Recife Solidário". As doações iniciaram no final de semana e poderão ser feitas, das 9h às 12h e das 14 às 17h, nos seguintes locais: Sede da Prefeitura do Recife, no Cais do Apolo; Sítio da Trindade, em Casa Amarela; e Parque Dona Lindu, em Boa Viagem. Empresas da iniciativa privada e entidades, como associações, ONGs e igrejas, que queiram fazer doações em maior quantidade podem entrar em contato com o Central de Arrecadação pelos números: (81) 9879.12705 e (81) 3355.9412 ou enviar e-mail para doacaorecifesolidario@gmail.com.


  • Confira iniciativas independentes importantes:

Os principais jornais da capital publicaram múltiplas listas de entidades: veja a do Diário de Pernambuco, a do Jornal do Commercio, a da Folha PE, a do Brasil de Fato e G1.


Uma rede de entidades adotou a plataforma sos.meurecife.org.br para oportunizar mais informações!


Estabelecimentos Comerciais com pontos de coleta: Oficina de Estudos, Venda Bom Jesus, Bar de Seu Vital, rede de cafeterias Recife Coffee Oficial, Lev Bem Estar (Setúbal). Também estão disponíveis como locais para doações as lojas da rede de supermercados Big de Casa Forte, da Avenida Caxangá, de Boa Viagem, na Avenida Recife e no Shopping Tacaruna, além das unidades da rede Drogaria São Paulo.


Outros: Igreja do Poço da Panela e Edf. Villa Pasárgada (Poço da Panela), Cúria Arquidiocesana (Graças), Igreja Batista em Linha do Tiro, UNICAP Solidária, Fundaj, Rede de bibliotecas comunitárias da Releitura-PE, SINDGESTOR PE, Sede da Ameciclo (Associação de Ciclistas da Região Metropolitana). Centro Dom Helder Camara (Cendhec).


  • Entidades que Solicitam Ajuda:

Centro Comunitário. Mário Andrade | Associação de Moradores da Várzea | ONG Recapibaribe | Projeto Mãos e Patas | Coletivo Caranguejo Tabaiares | Rede Tumulto | Coletivo Gelateca Cultural | Gris Solidário | Mulheres Pró-Ativas (Comunidade Rio Azul - Boa Viagem) | Coletivo Ibura Mais Cultura | Organização de Mulheres Ur-10 | Coalização Negra por Direitos | Espaço Cultural das Marias | Movimento Jovem de Políticas Públicas - Guabiraba | Alto Sustentável |


  • Defesa Civil Municipal - 0800.081.3400.


📍São Lourenço da Mata

A Prefeitura abriu as escolas do município para atender as pessoas que estão desabrigadas, em virtude das chuvas. As equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social estão realizando o acolhimento necessário e ofertando alimentação, roupas, além de kits de higiene e de limpeza. Ao todo,